Importância do isolamento acústico nas edificações

Tempo de leitura: 4 minutos

Com o crescimento das cidades aumentou-se a quantidade de edificações sendo construídas para comportar o aumento populacional, com isso houve um aumento acentuado em questões no que diz respeito ao conforto acústico tais questões, são respostas para o incômodo auditivo gerado a partir de tráfego de veículos, o arrastar de móveis no apartamento acima, latido de cães entre outros. Apesar disso, a ABNT NBR 15.575/2013 – Edificações Habitacionais-Desempenho é uma das responsáveis em normatizar e estipular níveis mínimos de isolamento acústico para edificações. Neste escopo, o presente artigo vem para explanar a importância do projeto de condicionamento acústico para edificações.

Os diversos projetos que são realizados desde o estrutural até o de climatização pouco se pensa em projetos acústicos, sendo que preocupação com o esse tipo de projeto é relativamente nova no Brasil, em contrapartida, o desconforto sonoro é algo desagradável que gera reclamações por parte dos usuários quando estão em seu ambiente privado.

Dentre os vários tipos de ruídos existentes o que está mais presente nas construções são os ruídos de impacto, que são propagados a partir de um corpo sólido e transmitido por meio de ondas sonoras até nossos ouvidos. As maiores perturbações auditivas causadas pelo ruído de impacto nas edificações são transmitidas entre os pavimentos, pelo caminhar de salto alto, por objetos que eventualmente caem, o arrastar de cadeiras entre outros, este tipo de problema geralmente é causado pela rigidez dos materiais construtivos. Alguns tipos de ruídos de impacto comum ao nosso dia-a-dia podem ser vistos na figura a seguir.

 

 

 

 

 

Fonte: FAHY, 1987

Outra preocupação que os construtores teriam que ter é a transmissão de ruído através das janelas, ou seja, o som do tráfego aéreo e urbano geram ruídos que são propagados pelo ar e a “porta de entrada” desses sons indesejáveis são as janelas. É claro, que fechar as janelas tendem a reduzir este som, porém, pelo fato das janelas comuns não serem construídas com materiais apropriados para absorção ou isolamento acústico esta ação implica em reduzir o ruído e não o eliminar.

Semelhantemente, os ruídos em construções também acontecem em instalações hidrossanitárias por meio das vibrações nas tubulações, independente do problema esses sons indesejáveis chegam aos ouvidos dos moradores através das paredes das tubulações que geram insatisfação e desconforto. Para cada problema no que diz respeito à condicionamento acústico existem soluções específicas.

Para ruídos de impacto o isolamento sonoro é de suma importância, ainda mais em ambientes residenciais onde os sons indesejáveis são gerados pelos moradores adjacentes, tal isolamento é feito por materiais com propriedades elásticas no próprio piso dos ambientes para amortecer as vibrações. Existem uma série mantas e pisos com materiais que absorvem o ruído de impacto, dentre eles destaca-se pisos com composições porosas compostas por lã de vidro e de rocha e como soluções sustentáveis sempre são ótimas opções tem-se também lã de PET, como pode ser visto na figura a seguir.

Fonte: AECweb

A redução de transmissão de ruídos nas estruturas tanto no piso quanto nas paredes pode ser reduzida a partir da interposição de algum material flexível.

Já, na segunda situação onde a transmissão é realizada aérea tem-se opção como janelas acústicas que pode ser composta por um vidro mais grosso, outras janelas apresentam vidro duplo sendo constituído de duas camadas de vidro, com uma camada de ar entre eles. Outro fator importante no isolamento das janelas é a vedação das mesmas, normalmente janelas já preparadas acusticamente são melhor vedadas.

Por fim, os ruídos nas tubulações acontecem pela turbulência gerada através da velocidade do fluxo e cavitações, em locais onde existem uma maior perda de carga é mais propício gerar ruídos, como por exemplo, emendas, desvios, junções etc. Uma solução é encamisar as tubulações com espuma, no caso de cavitações uma solução utilizada é a instalação de um difusor para deixar a pressão mais gradual. Atualmente algumas fabricantes já fabricam tubos com paredes mais espessas além de terem um anel de vedação que aumenta o amortecimento evitando a propagação do som.

Fonte: Amanco

As soluções acústicas são vastas, porém, com o empreendimento pronto algumas delas costumam ficar mais custosas e a melhor forma é resolver o problema em fase de projeto onde é previsto os melhores materiais para cada situação.

Leia também:
▶  3 fatores que influenciam sua saúde

▶ Facebook: https://vseng.co/face-blog-eng
▶ Instagram: https://vseng.co/insta-blog-eng

Inscreva-se no canal do parceiro Vieira Santos:
▶ vseng.co/YouTube-VS

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − seis =