Novos ares para a automação residencial?

Tempo de leitura: 1 minuto

 

Como foi abordado no post anterior, a automação na construção civil ainda não é tão difundida. Mesmo com todos os avanços tecnológicos desde seu surgimento nos anos 60/70, diferentemente da automação automotiva, por exemplo, que é bem mais desenvolvida e cara. E essa expansão é ainda menor, quando falamos especificamente de Brasil.

Apesar da elevação da oferta de diversos equipamentos recheados de tecnologia, o acesso a utensílios feitos exclusivamente para uso residencial, que personalizam os ambientes de acordo com o gosto de cada cliente, caso de equipamentos feitos pela Legrande pela Schneiderexemplos de empresas que não medem esforços para criar soluções inovadoras e focadas na usabilidade, conforto e segurança de seus usuários, ainda é um mercado para poucos.

O principal cenário de mudança tecnológica nas construções, pode ser observado nos empreendimentos de alto padrão, caso dos Super Edifíciosque possuem tecnologia de ponta, tanto na sua construção, para superar os desafios de serem cada vez mais altos, quanto no conforto e segurança de seus residentes.

É interessante observar que as mudanças já são realidade e crescem constantemente, porém, resta sabermos se a passos largos ou de tartaruga.

 

Inscreva-se em nosso canal:

https://goo.gl/S6z02M

Siga a Vieira Santos nas redes sociais:
▶ Facebook: https://goo.gl/DOoKqK
▶ Instagram: https://goo.gl/Ul6DYq
▶ Twitter: https://goo.gl/wjWa5k
▶ Linkedin: https://goo.gl/1MpKvD

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =