Tecnologias sustentáveis + Certificação Leed

Tempo de leitura: 3 minutos

A tecnologia evolui diariamente, e a demanda por energia para suprir a necessidade de consumo é cada vez maior, comprometendo o meio ambiente, direta ou indiretamente, tornando essencial que se promova práticas para preservar e recuperar os recursos naturais ainda existentes.

No meio da construção civil, há uma necessidade crescente de se adequar a meios de construção sustentáveis, aproveitando os recursos consumidos da melhor forma possível e para tal tarefa, foi criada a Certificação LEED, oferecida pelo Green Building Council.

Entenda mais sobre a certificação em nosso post Certificação LEED, você sabe o que é? e conheça algumas tecnologias e o processo de certificação aqui.

 

Para conseguir a certificação, é preciso cumprir alguns requisitos e as categorias chave para chegar a pontuação mínima, de 40 pontos, são:

  • Implantação Sustentável
  • Eficiência Hídrica
  • Energia e Atmosfera
  • Materiais e Recursos
  • Conforto Ambiental
  • Inovação e Projeto
  • Crédito Regional

 

E se você se pergunta quais os motivos de obter a certificação LEED, seguem alguns benefícios:

  • Melhor aproveitamento dos benefícios do Marketing do evento;
  • Redução de custos operacionais, pois os recursos consumidos são melhor aproveitados;
  • Valorização do imóvel;
  • Regularização facilitada do empreendimento;
  • Redução de consumo de água e elétrico;
  • Melhor descarte dos dejetos da construção e posterior operação do empreendimento.

Claro, existem custos maiores para se adequar às exigências do Green Building Council, porém, são custos facilmente recuperados, pois valorizam o imóvel, além de se adequar a uma preocupação que é constante em todos os lugares, a preservação do meio ambiente.

 

Agora que você sabe um pouco mais sobre a Certificação Leed, conheça algumas tecnologias que podem ser adequadas e utilizadas na composição do empreendimento.

  • Tubulação Verde: ao invés do tradicional PVC, algumas empreiteiras já utilizam um plástico feito de etanol, que é 100% renovável.
  • Energia Fotovoltaica: cada vez mais popular, reduz drasticamente o uso de energia das distribuidoras, sendo uma boa opção para economia a médio prazo, temos um artigo falando sobre isso “Como produzir energia fotovoltaica“.
  • Telhado Verde: permite transformar o telhado em um mini jardim, melhorando a qualidade do ar e do ambiente e reduzindo a temperatura interna do ambiente, por funcionar como um isolante térmico.
  • Coletores de água da chuva: há várias opções no mercado, os coletores economizam água e contribuem para a diminuição de áreas impermeabilizadas nas cidades, além de reduzir custos com o consumo de água, em nosso case “Eurobusiness“, foi usado um sistema parecido.
  • Materiais biodegradáveis: ecologicamente corretos e de fácil descarte, se desfazem sem agredir a natureza, já existem tintas feitas de proteínas de leite, construções a base de canhamo e cinzas e bambu, que pretendem substituir o material em alguns anos.
  • Vidro inteligente: ainda novidade, os vidros eletrocrômicos controlam o quanto uma área será iluminada, estimando uma economia de 25% dos gastos com ventilação.

 

Acompanhe tudo em nossas redes sociais
▶ Facebook: https://goo.gl/DOoKqK
▶ Instagram: https://goo.gl/Ul6DYq
▶ Twitter: https://goo.gl/wjWa5k
▶ Linkedin: https://goo.gl/1MpKvD

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 11 =