TIPOS E APLICAÇÕES DE EXTINTORES DE INCÊNDIO

Tempo de leitura: 9 minutos

Nos momentos atuais, cada vez mais estamos rodeados por diferentes tipos de materiais, seja no lar, no transporte, no trabalho e no lazer, e muitos desses materiais em conjuntos com outros elementos podem provocar ou sustentar um incêndio.

Há quatro elementos que devem estar presentes para que exista um incêndio. Deve haver oxigênio para sustentar a combustão, o calor para elevar o material até sua temperatura de ignição, combustível para suportar a combustão e uma reação química entre os outros três elementos.

Triângulo do Fogo

Remova qualquer um dos quatro elementos para extinguir o fogo.

O conceito de Proteção contra Incêndios é baseado em manter esses quatro elementos separados. E essa proteção deve ser aplicada em todos os âmbitos, seja durante a construção de edifícios, através da NR-18, durante a operação dos edifícios seguindo as diretrizes da ABNT e Corpo de Bombeiros Locais, bem como nos locais de trabalho através da NR-23, dentre outras diretrizes.

Neste artigo queremos apresentar os tipos de incêndio, e os tipos de extintores que podem combater os mesmos, sendo que os dimensionamentos e demais itens devem seguir no território nacional as diretrizes da ABNT NBR 12693:2013  – Sistemas de proteção por extintores de incêndio.

Tipos de Incêndios

Nem todos os incêndios são os mesmos. Combustíveis diferentes criam incêndios diferentes e requerem diferentes tipos de agentes de extinção de incêndio. Os mais comuns são:

Classe A

Classe A

Os incêndios de Classe A são incêndios em combustíveis comuns , como madeira, papel, pano, lixo e plásticos.

Classe B

Classe B

Os incêndios Classe B são incêndios em líquidos inflamáveis , como gasolina, petróleo e tinta . Os incêndios Classe B também incluem gases inflamáveis como o propano e o butano . Os incêndios classe B não incluem incêndios envolvendo óleos e graxa de cozinha.

Classe C

Classe C

Os incêndios de classe C são incêndios envolvendo equipamentos elétricos energizados , como motores, transformadores e eletrodomésticos . Remova a energização, e o fogo de Classe C se torna uma das outras classes de fogo.

Classe D

Classe D

Os incêndios de classe D são incêndios em metais combustíveis , como potássio, sódio, alumínio e magnésio .

Classe K

Classe K

Os incêndios de classe K são incêndios em óleos e graxas de cozinha , como gorduras de animais e gorduras vegetais .

Alguns tipos de agentes de extinção de incêndio podem ser usados ​​em mais de uma classe de fogo. Outros têm avisos em que seria perigoso para o operador usar um agente de extinção de incêndio específico.

Tipos de Extintores

Os rótulos dos extintores de incêndio contêm as informações necessárias sobre classificações de classe e ícones que identificam os tipos de incêndios que eles foram projetados para lutar. Abaixo alguns tipos de extintores:

Água e espuma

Os extintores de incêndio de água e espuma extinguem o fogo tirando o elemento de calor do triângulo de fogo. Já os agentes de espuma também separam o elemento de oxigênio dos outros elementos.

Os extintores de água são apenas para incêndios de Classe A – não devem ser usados ​​em incêndios de classe B ou C. O fluxo de descarga pode espalhar o líquido inflamável em um incêndio de Classe B ou pode criar um risco de choque em um incêndio Classe C.

Dióxido de carbono

Os extintores de dióxido de carbono extinguem o fogo retirando o elemento de oxigênio do triângulo do fogo e também removendo o calor com uma descarga muito fria.

O dióxido de carbono pode ser usado em incêndios classe B e C. Eles geralmente são ineficazes em incêndios da classe A.

Pó químico seco

Os extintores químicos secos extinguem o incêndio principalmente interrompendo a reação química do triângulo do fogo.

O tipo de extintor de incêndio mais utilizado atualmente é o produto químico seco multifuncional (ABC) que é efetivo nos incêndios Classe A, B e C. Este agente também funciona criando uma barreira entre o elemento de oxigênio e o elemento de combustível em incêndios de Classe A.

O produto químico seco ordinário (BC) é apenas para incêndios classe B e C. É importante usar o extintor correto para o tipo de combustível! Usar o agente incorreto pode permitir que o fogo reinicie após aparentemente extinto com sucesso.

Químico úmido (Wet Chemical)

O extintor de químico úmido é um novo agente que extingue o fogo, removendo o calor do triângulo de fogo e evitando a reinicialização criando uma barreira entre os elementos de oxigênio e combustível .

O produto químico úmido de extintores de classe K foi desenvolvido para frigideiras modernas e de alta eficiência em operações de cozimento comercial. Alguns também podem ser usados ​​em incêndios Classe A em cozinhas comerciais.

Carga de halogenados (Halon)

Os extintores de carga de halogenados extinguem o fogo interrompendo a reação química do triângulo do fogo. Os extintores de carga de halogenados são principalmente para incêndios classe B e C. Alguns extintores de carga de halogenados maiores podem ser usados ​​em incêndios Classe A, B e C

Pó seco

Os extintores de pó seco são semelhantes ao produto químico seco, exceto que extinguem o fogo, separando o combustível do elemento de oxigênio ou removendo o elemento de calor do triângulo de fogo. No entanto, os extintores de pó seco são para a Classe D ou incêndios metálicos combustíveis, apenas. Eles são ineficazes em todas as outras classes de incêndios.

Névoa de água

Extintores de névoa de água são um desenvolvimento recente que extingue o fogo tirando o elemento de calor do triângulo de fogo. Eles são uma alternativa aos extintores de carga de halogenados onde a contaminação é uma preocupação.

Os extintores de névoa de água são principalmente para incêndios de Classe A, embora também sejam seguros para uso em incêndios Classe C.

Uso do extintor de incêndio

É importante um pouco de conhecimento sobre os tipos de extintores e aonde os mesmos podem ser utilizados, mas além disso é bom estarmos preparados para opera-los se necessário.

Os extintores de incêndio podem ser pesados, por isso é uma boa idéia praticar pegar e segurar um extintor para ter uma idéia do peso e da sensação. Tire um tempo para ler as instruções de operação e os avisos encontrados no rótulo do extintor de incêndio. Nem todos os extintores de incêndio se parecem.

Pratique a liberação da mangueira de descarga e apontando para a base de um incêndio imaginado. Não puxe o pino ou aperte a alavanca. Isso irá quebrar o selo do extintor e fazer com que ele perca a pressão.

Quando é hora de usar o extintor em uma incêndio, lembre-se:

  • Puxe o pino.
  • Dirija o bico ou a mangueira na base do fogo a partir da distância segura recomendada.
  • Aperte a alavanca de operação para descarregar o agente extintor de incêndio.
  • A partir da distância recomendada, varre o bico ou a mangueira de um lado para o outro até o fogo sair. Avance ou rodeie a área de fogo enquanto o fogo diminui. Acompanhe a área em caso de re-ignição.

Inspeção  e Manutenção do extintor de incêndio

Como qualquer dispositivo mecânico, os extintores de incêndio devem ser mantidos regularmente para garantir o bom funcionamento. O responsável, proprietário, ocupante da propriedade onde os extintores de incêndio estão localizados, são responsáveis ​​por organizar a manutenção de seus extintores de incêndio.

Os extintores de incêndio devem ser inspecionados ou receber uma “verificação rápida” a cada 30 dias. Para a maioria dos extintores, este é um trabalho que qualquer pessoa pode facilmente fazer, localizando os extintores em seu local e respondendo as três perguntas abaixo:

  • O extintor está no local correto?
  • É visível e acessível?
  • O indicador de pressão ou pressão mostra a pressão correta?

Além disso, os extintores de incêndio devem ser mantidos anualmente de acordo com os códigos e regulamentos locais, estaduais e nacionais. Este é um exame minucioso das peças mecânicas do extintor de incêndio, agente extintor de incêndio e do gás expulso. O profissional de equipamentos de incêndio é a pessoa ideal para realizar a manutenção anual, porque eles possuem os manuais, ferramentas, materiais de recarga, peças, lubrificantes e o treinamento e a experiência necessárias.

O fogo é imprescindível na sociedade, mas é preciso cuidado no seu uso, e quando há um acidente, é preciso saber combater e controlar, e os extintores são dispositivos eficazes e que devem ser utilizados nos princípios de incêndio, porque na maioria das vezes os mesmos têm poder de controlar a propagação, quando bem especificados, mantidos em manutenção adequada e utilizados corretamente.

Leia também:
▶  Lei Kiss, Prevenção e Combate à Incêndios

▶ Facebook: https://vseng.co/face-blog-eng
▶ Instagram: https://vseng.co/insta-blog-eng

Inscreva-se no canal do parceiro Vieira Santos:
▶ vseng.co/YouTube-VS

 

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + catorze =